icone-de-lupa
BUSCA
consolata - orientador educacional

A importância do Orientador Educacional nas instituições de ensino

Edição Guia escolas

Por Alessandra Cieri Dimberio*

O Colégio Consolata tem a sua tradição renovada a cada novo tempo. As pessoas são cada vez mais dinâmicas e se transformam a cada minuto, e nós, enquanto educadores, precisamos que acompanhar esse movimento. Neste cenário, a Orientação Educacional, pela dimensão humana em que ela atua, se faz indispensável.

O Orientador Educacional (Or. E.) é um profissional técnico, da área da educação, que exerce uma profissão de apoio a pessoas. Se tivéssemos que descrevê-lo utilizando apenas uma expressão, podemos dizer que o Orientador Educacional é o mediador da escola.

O Or. E. deve apoiar e orientar todos os alunos, não apenas aqueles que aparentemente necessitam de maior atenção. No exercício de sua função, ele também trabalha com os pais ou outros responsáveis, bem como com toda a comunidade escolar.

Ao lado do professor, esse profissional zela pelo processo de aprendizagem e formação dos estudantes por meio do auxílio ao docente na compreensão dos comportamentos das crianças. Ou seja, o foco do Or. E. são os conteúdos atitudinais, o que as crianças aprendem na escola de forma não explícita: valores e a construção de relações interpessoais.

Para conseguir realizar seu trabalho, o profissional que ocupa esse cargo só consegue saber o que está acontecendo na escola, entender quais são os comportamentos das crianças, propor encaminhamentos adequados e realizar intervenções pertinentes quando circula pelos espaços, convive com os estudantes, professores e funcionários do colégio, quando participa ativamente do cotidiano escolar, elabora projetos que visam melhorar a qualidade de vida dos alunos e de todos os envolvidos neste processo, e os coloca em prática.

Além disso, o orientador deve atuar como uma ponte entre a instituição e a comunidade, entendendo sua realidade, ouvindo o que ela tem a dizer e abrindo o diálogo entre suas expectativas e o planejamento escolar.

Entre as funções e/ou ações de um Or. E., também fazem parte:

– Orientar os alunos em seu desenvolvimento pessoal, preocupando-se com a formação de seus valores, atitudes, emoções e sentimentos;
– Orientar, ouvir e dialogar com alunos, professores, gestores e responsáveis;
– Participar da organização e da realização do projeto político-pedagógico e da proposta pedagógica da escola;
– Ajudar o professor a compreender o comportamento dos alunos e a agir de maneira adequada em relação a eles, tratando cada criança de acordo com sua própria realidade;
– Ajudar a família a compreender o comportamento da criança e a agir de maneira adequada em relação a ela;
– Ajudar a criança a compreender a si mesma e a agir de maneira congruente a seus sentimentos e pensamentos;
– Valorizar e aprimorar a relação professor-aluno;
– Ajudar o professor a lidar com as dificuldades de aprendizagem dos alunos;
– Mediar conflitos entre alunos, professores e outros membros da comunidade;
– Circular pela escola e conviver com os estudantes.

Nós, do Núcleo de Orientação Educacional (NOE) do Colégio Consolata, nos envolvemos em todas essas funções, mas não paramos por aí. Incentivamos a autonomia, a liberdade e o autoconhecimento de nossos alunos, pois a medida em que descobrimos e expressamos nossa identidade autêntica, nós enfatizamos nossas melhores virtudes, baseados em uma unidade, no amor, na compaixão na amizade, aceitando melhor a nós mesmos e aos outros com todas as suas diferenças. Winnicot diz que “se esconder é um prazer, mas não ser encontrado, é uma catástrofe”. Por isso que é tão importante levarmos o autoconhecimento aos nossos alunos.

Assim, temos o objetivo de acompanhar a trilha que o aluno percorre durante seu desenvolvimento, embasar as diretrizes que determinam o rumo da sua vida e fomentar a interligação e a sequência dos diferentes aspectos de sua trajetória.

Por meio deste trabalho, permanecemos alinhados à nossa Proposta Pedagógica que ressalta o Colégio Consolata em sua qualidade educacional como uma instituição que prima o processo de desenvolvimento integral dos educandos, que os capacita a exercer maior habilidade intelectual, de forma justa e humana, caracterizada pelo comprometimento da excelência em favor da produção de melhorias na vida de cada indivíduo em particular e da sociedade em geral.

O NOE deseja, por meio de nossas ações, acompanhar cada aluno em sua trajetória escolar de maneira próxima, humana, carinhosa, participar de cada pilar essencial de sua vida, fazer parte de suas memórias mais importantes, estimulando-o em todos os sentidos, para que seja sempre uma pessoa de bem, crítica, proativa, autônoma, consciente e, acima de tudo, plena e realizada.

Enfim, as transformações positivas são o maior objetivo da Orientação Educacional do Colégio Consolata. Em cada novo tempo, em cada nova geração, é mais uma oportunidade para a gente se transformar. Sempre é tempo de construir uma corrente positiva, genuína, autêntica que faça brilhar todos os aspectos da nossa vida, que faça brilhar a nossa escola, a nossa cidade, o nosso país e que faça brilhar o nosso mundo. Essa é a nossa intenção.

Para saber mais sobre o Colégio Consolata, acesse https://goo.gl/7fW5qG.

*A Profª Alessandra Cieri Dimberio é Orientadora Educacional do Colégio Consolata.

Publicação:

Sobre o autor

Vagner Apinhanesi

Jornalista na Editora Educacional.

Categorias

Mais lidos

  • shutterstock_12780167(1200)

    Problemas de aprendizagem: Estudo revela que alunos acumulam defasagem durante o Ensino Fundamental

    Edição Guia Escolas
  • Ausencia - celio

    Ausência nas aulas e justificativas: como a escola deve agir?

    Edição Guia Escolas
  • pentágono - redação 1000

    Aluno do Colégio Pentágono tira nota máxima na redação do Enem

    Edição Guia Escolas

MENSAGEM ENVIADA COM SUCESSO!

Agradecemos seu contato, responderemos em breve.

×